Benefícios da Dança do Ventre e Tribal

download

Algumas coisas da Vida, do Universo e Tudo o Mais a gente sempre sabe, mas muitas vezes esquece ou não tem um embasamento mais forte pra ter certeza de seus efeitos. O conhecimento passado de boca-a-boca (a.k.a Sabedoria Popular) muitas vezes transmite conselhos verdadeiros e bons, mas possui o mesmo poder de deturpar e criar mitos – como vimos na postagem “Mitos da Dança do Ventre”.

Hoje trago pra vocês “algumas” (:p) das coisas que vejo como os maiores benefícios que a Dança do Ventre e o Tribal podem nos trazer. Várias possivelmente não serão novidade, mas nunca é demais lembrar esse tipo de coisa – já que temos tanta tendência a vermos os efeitos negativos e nos agarrar em mitos por aí.

Essa lista é, principalmente, o que eu vejo como benefícios importantes. Vários estão listados em toda e qualquer matéria do tipo, enquanto outros são mais específicos, ou voltados pra outros aspectos da área. Eu, sendo uma pessoinha deveras sistemática e detalhista, gosto de esmiuçar os mais variados usos da atividade – mesmo que eu particularmente não os pratique. :p

Chega mais, e vê se o que tu tá procurando pra tua vida não está entre as razões de praticar esses estilos de dança! 😉

Aviso: cada item que exploro vale tanto pra Dança do Ventre (DV) quanto pra Dança Tribal (TF), seja qual for sua abordagem (Fusion, ATS®, etc.).

Melhora a tua consciência corporal e aumenta tua coordenação muscular

Na minha “humilde” e “nada suspeita” opinião, a DV/TF é a melhor atividade pra se desenvolver uma maior consciência corporal e melhorar a coordenação muscular. :p

Obviamente que quase toda atividade física – seja dança, yoga, pilates, fisioterapia, musculação, natação, etc. – ajuda bastante no nosso conhecimento corporal, trabalhando a nossa conscientização muscular e de movimento.

BÃT

Acredito eu que a dança – qualquer dança – tem uma característica a mais, se comparada com outras atividades, como musculação, no quesito benefícios: o movimento ritmado. Ou seja, além de trabalhar a nossa musculatura, a dança embasa a nossa conscientização do movimento corporal, graças a coordenação com a música.

29972650cc40a4321c3acdc104fd2e69

Claro que tu pode fazer o teu treino de academia ouvindo música, mas aqui o teu foco não vai estar na leitura do ritmo – cujo papel será de te deixar animado e ativo durante a atividade.

“Ah, mas eu faço aulas de jump/ritmos/etc. no ritmo da música!!!!111!!onze”

Sim. Isso se chama dança. :p

Um tipo de, pelo menos. Dançar é executar movimentos coordenados por um ritmo. Se uma academia de musculação cria atividades com uma música como base, é como se fosse uma “fusão” entre musculação e dança. E bom, qualquer dança pode ser praticada como uma atividade muscular, que é o viés “fitness” da coisa.

Mesmo o Yoga, que não é dança, pode ser praticado como tal, levando o foco da prática de ásanas para o movimento entre as poses, usando música ou a respiração como ritmo. Mas este assunto, em específico, eu esmiuço mais pra frente. 😉

Então. Porque eu acho que a DV / TF é melhor pra desenvolver a consciência corporal e coordenação muscular? Te digo:

ISOLAMENTO

Que porra é essa, Anath?

Tá me dizendo que a vantagem é praticar sozinha? :O :O :O

Não, ó pá. “Isolamento” é o termo que usamos pra definir os movimentos que fazemos com certas partes do corpo de maneira “isolada” de outras partes. Exemplo: mexer o quadril sem mexer o busto, e vice-versa.

tumblr_my6jf6IODd1slbmzxo1_500

Quanto mais praticamos os isolamentos, melhores bailarinas nos tornamos. E pra conseguir isso, temos que mergulhar na consciência corporal – para termos noção de cada parte do corpo e movimentá-la isoladamente e em diversos ângulos, eixos e planos – e na coordenação muscular – para executar determinados movimentos sem remexer o corpo todo e de movimentar diferentes partes ao mesmo tempo.

Ajuda a emagrecer, manter ou definir o corpo

Essa não é difícil de justificar: dançar é movimentar o corpo, movimentar o corpo é gastar calorias, gastar calorias ajuda a emagrecer. Como qualquer outra atividade física.

Eventualmente a DV / TF pode ajudar a definir o corpo ou trabalhar algumas musculaturas que não seriam trabalhadas em outras atividades, como musculaturas mais internas, viscerais, ou de ângulos não-tão-usados-no-dia-a-dia.

tumblr_inline_nsvgmcNtoj1t89hgh_500

Melhora a tua saúde corporal

Além da melhoria da força muscular, a DV / TF vai te ajudar muito no alongamento muscular e dos tendões, lubrificar as articulações e, consequentemente, aumentar a tua capacidade angular de movimentação – sem sofrer uma luxação ou cãimbra, por exemplo.

A capacidade aeróbica não fica de fora: principalmente em treinos mais intensos, os pulmões e o coração são exercitados, te deixando com uma melhor performance cardiorrespiratória. A vida agradece!

Melhora a postura

Esse, claro, é um argumento bem conhecido em qualquer meio da dança. E o que uma boa postura nos traz? Em primeiro lugar, a saúde da coluna vertebral, hoje em dia tão negligenciada pelas nossas rotinas. Pode nos ajudar a evitar lesões nos discos vertebrais e a não desenvolver hérnias, por exemplo – e também pode aliviar os efeitos negativos em quem já sofre desses problemas (sempre, claro, com a avaliação médica).

Fora a saúde da coluna em si, uma boa postura nos dá naturalmente uma atitude mais aberta ao mundo, mais confiante e tranquila, e não a aparência cansada, fechada, encolhida e desleixada da maioria das pessoas atualmente.

Melhora a autoestima

NÉ. Principalmente no caso de nós, mulheres, que retomamos o contato com nosso corpo, nossas curvas, nosso feminino interior e amor próprio (mas tudo isso vale também pros homens, independente de orientação sexual). Claro que sempre vai haver aqueles dias em que tu vai pra aula e acaba se sentindo uma baleia flácida, mas é bem de vez em quando. Na maioria das vezes tu vai perceber o quanto ama o teu corpo e acha bonito como se movimenta! ❤

tumblr_mxyeriX8t41rsgb31o1_400

Além disso, a DV / TF é uma ótima ferramenta pra trabalhar a timidez, seja em apresentações ou mesmo durante as aulas. Ou pra sociabilizar, ganhar novas amigas, tagarelar sobre mulherices, maquiagens e GLAMOUR.

Alivia o estresse

Outro quesito já esperado. Seja apenas pra chacoalhar o corpo e se livrar das energias negativas, quebrar couraças musculares ou então rir e se divertir que nem louca em aulas mais agitadas, dançar é algo que tu começa tensa e sai leve.

(pode ser que tu saia mais cansada do que entrou, mas o coração e a mente certamente estarão mais leves ^^ )

Pode ser praticada como atividade terapêutica ou artística

Aqui, o leque é amplo: tu pode praticar DV / TF para fins fisioterapêuticos – complementar algum tratamento ou pra evitar a piora de lesões musculares/de tendões/ósseas – ou para fins psicoemocionais. Enfrentar timidez, ansiedades, fobia social, autocríticas, auto sabotagens, baixa autoestima… o que tu precisar! 😉

E a terapia não precisa ficar no nível “médico”: mesmo que tu esteja – ou ache que está – plenamente saudável, física, mental e emocionalmente, pode praticar a dança num viés artístico – arteterapêutico –, tanto de uma maneira lúdica e simples, ou até como um caminho espiritual ou de desenvolvimento interior.

Ou ainda, terapêutico ou não, como uma arte em si: produzir algo pra impactar um público, ou encenar algo da tua vida, do teu universo interior, passar uma mensagem.

tumblr_lxk8z2GbQN1r3gl55o1_500

A arte é infinita, abundante e nunca irrelevante!

Pode ser praticada como atividade ritualística

Outra área bastante ampla de aplicação benéfica da DV / TF: é unir a prática com o seu próprio caminho espiritual. Aqui a coisa é deveras pessoal, mas, pelo que tenho visto, essa abordagem tem crescido bastante. Podemos buscar nessa dança uma conexão mais forte com o Feminino, como arquétipo, retomando nossa visão do sagrado e do corpo. Podemos unir a outras questões espirituais, místicas ou esotéricas que possam estar presentes na nossa vida, ritualizando nossas performances a algo maior ou em que acreditemos.

Isso traz um grande crescimento interno, nos proporcionando uma ferramenta pra nos desenvolvermos como indivíduos e como sociedade, alimentar nosso espírito e abrir a nossa mente.

tumblr_ly4xbtZXCj1r3gl55o2_500

Te põe em contato com outras culturas

Conhecer – e principalmente, vivenciar – outras culturas é sempre benéfico, pois nos faz crescer ou questionar nossos comportamentos e visões. No caso da Dança do Ventre, a coisa é mais óbvia: aprenderá sobre a cultura árabe, suas tradições, visões, cultura e folclore. Já no Tribal, o que vais aprender é virtualmente infinito: como é uma dança que fusiona diversas culturas, tu vai acabar sempre aprendendo um pouquinho aqui e um pouquinho acolá de tudo que é povo do mundo! 😀

Quer coisa melhor que isso?

Bora dançar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s