Em um relacionamento sério com o corpo

1d62e14369efb7f17762ee717dbe344d

Novo artigo meu no Tribal Archive! 😀

Desta vez, um razoável textão sobre nossas relações com o corpo, em variáveis níveis. Escrevi um pouco sobre vários tópicos, desde como percebemos e lidamos com seu funcionamento, até dicas sobre como lidar com limites e desafios.

Uma reflexão super válida para aprofundarmos nosso conhecimento sobre nós mesmos. 😉

Segue a intro:

“Sabe aquela dorzinha chata nas costas? Aquela câimbra recorrente na panturrilha? Ou aquela dor aguda no diafragma? Estes são alguns exemplos cotidianos que podemos encontrar nas nossas vivências com o corpo ao longo da vida, e principalmente nas nossas práticas de dança. Além desses, também encontramos aquele probleminha crônico no joelho, dores incômodas no ciático, dores de cabeça pelas tensões nos ombros, ou ainda lesões mais graves na coluna.

Todos estes exemplos, por mais comuns ou raros que sejam, surgem no corpo, e podem ser vividos por qualquer um, em qualquer estilo de vida. E nós, dançarinas e outros profissionais que usam o corpo como ferramenta, estamos especialmente expostas à esse tipo de coisa. A questão é: mesmo as pessoas que se dedicam a cuidar do corpo – com exercícios e alimentação – tendem a apresentar algum tipo de problema físico em algum momento. Porque? Teoricamente, esses estilos de vida deveriam minimizar esses fatores, não? Talvez você responda: “ah, mas elas exageram nos exercícios e acabam se lesionando.”. Verdade. Porém, o problema é mais complexo, pois sempre encontraremos exceções aqui e ali, pessoas que sempre procuraram trabalhar de maneira mais gentil e cautelosa… e que ainda assim podem se machucar.

Na série a seguir iremos apresentar dicas e discutir sobre os variados fatores que envolvem essas questões do universo físico do corpo, e como alguns deles estão enraizados nos nossos pensamentos culturais – e portanto, mais complicados de se perceber e evitar. O foco será no universo da dança tribal, mas tenha em mente que todo o conteúdo é válido também para praticantes de outros estilos de dança, outras atividades físicas (como musculação e yoga), práticas caseiras de alongamentos e também para sedentários!”

Leia o resto aqui! 😀 ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s