As Artes

Cênicas

Tendo como base a Dança do Ventre e seu correlato étnico-contemporâneo, o Fusion, me descobri apaixonada pela expressão corporal e cênica. Exceto em casos específicos, utilizo a dança como vetor de experimentação pessoal, com maior ênfase na liberdade criativa do que na representação de estilos previamente estabelecidos. 😉

No blog, na categoria “Processos criativos” ou na tag “portfolio“, você encontra textos e mais fotos em que falo das criações e experiências!

No meu canal do Youtube você pode conferir uma série de vídeos solo, do meu grupo Agnipath, e minhas antigas participações no grupo Templo do Oriente. 😉

Manuais

Desse meio dançante nasceu também meu amor pela costura e a criação do Atelier. Ainda me considero amadora, mas aos poucos vou me desenvolvendo nessa área de expressividade estilística e também de artesanato. :3

No blog, na categoria “Processos criativos” e tag “vitrine”, você encontra textos e fotos sobre as ideias e construção por trás dos figurinos!

Na minha loja virtual você encontra tanto figurinos, peças e acessórios feitos por mim, como também itens de brechó – figurinos antigos, acessórios e mídia que não uso mais. 😉

Visuais

Além disso, aos poucos volto a praticar e a me desenferrujar de um talento da minha juventude: o desenho! Procuro me manter no mesmo nicho e oferecer artes com temática relacionada à dança.

Disso nasceu também um interesse mais amplo com Artes Visuais, englobando desde design de sites e foldersflyers, edição de imagens e vídeo à maquiagem artística. Tenho muito a aprender, re-aprender e desenvolver, mas é algo que certamente chegou pra ficar! 😀

Escrita

Por fim, há também a expressão na escrita. Sempre gostei de escrever – seja temas despretensiosos para um blog, pesquisas acadêmicas, matérias formais para outros sites ou literatura de ficção e fantasia – e é algo que pretendo aprofundar cada vez mais. Aqui o nicho é mais amplo, não apenas focado em arte e dança.

Já contribuí com textos para o antigo blog Tribal Archive [descontinuado], a revista Tribalizando e atualmente sou colunista no Coletivo Tribal, e tudo isso você pode conferir no blog pela categoria “Colaborações externas”!

Fora do escopo da dança, publiquei um conto na Amazon e estou trabalhando em novas histórias. 😉