Blog

Desvendando Isa

Sim, faz éons que não atualizo o blog, e venho com um post velho! huehuehuehue Mah fazer o quê, a vida é uma caixinha de surpresas e a minha, em específico, é uma montanha-russa minhocante. Aos poucos, retorno e elaboro meu trabalho!

Venho aqui pra incluir minha última contribuição externa, na coluna “Venenum Saltationes”, da maravilhosa Hölle Carogne, que me convidou para escrever sobre essa performance com forte carga esotérica em sua coluna do blog da Aerith. ❤

Pra quem quiser saber um pouquinho de como funciona a minha cabeça no que concerne minhas performances de Dharma Fusion, como chamo minhas abordagens espirituais e ocultistas, tá aí! Enjoy!

Leia na íntegra aqui. 😉

Profissionalismo vem de dentro, e a Arte também

O quanto um diploma ou certificado diz sobre o seu professor de dança?

Quando o assunto é Arte, o quanto um diploma ou certificado faz diferença?

Ainda, no mundo do Tribal, estilo tão diversificado, flexível e livre, o quanto um título fala sobre o conhecimento e visão do professor?

Hoje é dia de discutir um assunto complexo, que possui várias facetas e certamente divide opiniões: o que faz de um profissional, um profissional? Quero questionar o quanto um título é importante – no que concerne à arte – e também que isso não confere profissionalismo instantaneamente! Veremos alguns pontos-chave do bom profissionalismo, e quais deles exigem uma titulação.

Documentário Ethiopia Dances for Joy

Se você ama aprender sobre outras culturas do mundo, este documentário é uma ótima pedida! Ainda mais se você for uma tribalesca, pois este pequeno filme é fortemente voltado para danças tradicionais.

Mas não qualquer dança: o documentário se foca em apresentar diversas manifestações folclóricas típicas de diversas regiões da Etiópia! Produzido, filmado e dirigido pela mestra da Dança Oriental Tamalyn Dallal e editado por George Achi, o filme nos carrega para o meio de um povo exótico de terras distantes. Você pode assisti-lo através do site Datura Online ou adquirir o DVD por este link aqui.

O site próprio de Tamalyn sobre seus filmes traz a seguinte sinopse, de tradução livre: