logo_temple_dark

Minicurso / Workshop

Você se interessa por temáticas sombrias? É fascinada – ou aterrorizada – pela ideia da morte? Se identifica ou gosta das vertentes de Dark Fusion do Estilo Tribal? Gostaria de experimentar ou vivenciar tais assuntos de uma maneira mais densa, profunda e ritualística, que vai além da pura estética gótica?

Este minicurso visa oferecer exatamente esta abordagem aprofundada, se inspirando na característica da existência que mais perturba a mente do ser humano: a morte! Se você quer aprender um método para lidar com essa questão – seja a nível corporal, sentimental ou ritual – esta é uma ótima oportunidade. 😉

Elaborando:

O estilo Dark Fusion é uma vertente do Tribal Fusion que, basicamente, fusiona a dança com o background do mundo gótico, seja pela estética alternativa, pelas temáticas sombrias, ou pelos sentimentos pesados. É muito utilizado, também, em experimentações psicológicas, como ferramenta de expressão da Sombra, por exemplo, ou qualquer coisa considerada pertencente ao submundo.

Neste minicurso o foco está num dos maiores temas abordados pelo Dark Fusion: a morte. Muitas vezes sequer percebemos o quanto esse assunto permeia nossas vidas, perspectivas, ações e medos. A morte pode aparecer com diversas facetas, não apenas como o fatídico acontecimento que levará cada um de nós para uma jornada desconhecida. O medo da morte é quase como um combustível, que pode tanto nos levar à grandes realizações, quanto nos esmagar em densas paranoias e ansiedades.

Aqui, o trabalho será voltado para experimentar, através da dança e do corpo, formas de vivenciar catarses ou energias bloqueadas por esse medo. Em nossa sociedade ocidental atual, a morte é vista como vilã, como algo a ser temido, a não ser discutido, fazendo da imortalidade o desejo impossível de um ego aterrorizado.

A morte é algo tão natural quanto a vida, e compreender essa perspectiva tem o potencial de tornar nossas vidas mais leves e plenas. Sabemos que morreremos um dia. Porquê nos estressarmos e engessarmos no fluxo da vida, ao temer esse dia? Não há escapatória, portanto, não há motivos nem vantagens em buscar uma fuga extraordinária ou viver uma vida mergulhada em medos paralisantes.

A partir disso construímos essa atividade. O objetivo é oferecer uma vivência, ou um método para vivenciar, os pensamentos relativos ao tema, os sentimentos dolorosos que nos recusamos a ter, a visceralidade corporal que nos distanciamos… tudo para tirar essa energia da estagnação e trazê-la à tona, para a consciência, para o sublime, nos libertando do medo da maior certeza da humanidade.

Demais informações:

Esta atividade possui três módulos, que podem ser distribuídos em três blocos de 3 horas cada, ou então um único dia, de 5 horas. Idealmente ministrado em finais de semana. Com entrega de certificados, o público alvo é de adultos e adolescentes a partir de 14 anos, sem restrições de gênero.

Aberto à todos os níveis e estilos de dança. Entretanto, o conteúdo do curso é voltado para a linguagem do Tribal/Dark Fusion e repertório de nível intermediário.

Se você tem interesse no assunto, mas não tem experiência no estilo de dança, poderá focar-se em aprender o método e sua base conceitual, para então experimentar com seu próprio repertório ou movimento livre! 😉

Próximas edições: 

Spoilers! 

Módulo I – O Início

Na primeira parte do minicurso o objetivo será o corpo e sua expressividade. Trabalharemos a consciência de nosso veículo, as sensações do movimento e formas de expressão, buscando, principalmente, experimentar nuances e posições “não convencionais”, e também flexibilizar a couraça corporal. Ou seja, iremos desconstruir a estética “tradicional” para acessar o tipo de expressão corporal mais afim ao tema, mais capaz de comunicar e guiar os sentimentos dolorosos internos.

Módulo II – O Meio

No segundo momento, o foco estará nas emoções e sentimentos. Através da dança, iremos vivenciar diversas perspectivas da morte – positivas e negativas, buscando nos conectarmos com nossas questões pessoais sobre o assunto e aprender sobre sua miríade de rostos. Com a ajuda do simbolismo do Arcano XIII, cujo teor reflete a natureza do processo de morte e renascimento, o objetivo será transmutar nossas dores, transformá-las em energia livre que não mais nos aprisiona e angustia.

Módulo III – O Fim

Por fim, no último módulo o enfoque será mais simbólico. Utilizaremos como ferramenta arquétipos relacionados ao tema, como deusas obscuras e pertencentes ao mundo subterrâneo de diferentes panteões, além da personagem da cultura pop “Death”, da HQ Sandman, de Neil Gaiman. Com isso, teremos a capacidade de acessar diretamente energias arquetípicas que permeiam o Inconsciente Coletivo, nos permitindo vivenciar diferentes densidades e manifestações divinas que regem esse tema.

sosimby